Os Estados Unidos Devem Manufaturar para Inovar

Eu achei, este artigo foi muito bom, mas, um ponto de um argumento eu não posso acordar com–“nós devemos deixar as fronteiras abertos para introduzir recursos humano”.  Eu ouvia este argumento no muitos forums e sempre tenho a pergunta mesma. Por que não treine um americano?

Eu contendia e ainda creio que as reformas da imigração devem conectar com o emprego nível do país. Nos períodos de emprego baixo (cinco por cento mais ou menos) o país deve importar pessoas para dirigir as faltas de mão-de-obra. Mas, nos períodos de emprego alto, de maneira nenhuma o governo deve incentivar a importação de mão-de-obra, a resposta deve dever treinar as cidadãos.

Este artigo também citou uma estatística interessante, “47% de Ph.D nasceu numa país estrangeiro”. Realmente.  A pergunta subjacente que não é investigado, “Porque não são mais americanos que obtém um PhD”. Responde que um e vai descobrir uma problema importa neste país.

A segundo argumento que eu aceito dificilmente é que a competição é bom e depois comércio livre com não constrangimento é a ideal. Este é lógica danificada, ou seja, tem as pessoas em algum tempo encontrou o conceito de dose excessiva. No país pequeno em particular, comércio livre com não constrangimento incentive especialização demais, que realmente é uma falta da diversificação. Assim a economia sofreria através a volatilidade toda da indústria única. Comércio livre com não constrangimento é uma idéia mal com suporte de aqueles que procuram fazer enormes lucros explorando trabalho barato.

Estas duas reclamações à parte, bom artigo e ponto principal, devem manufaturar para inovar – acordo.

The U.S. Must Manufacture to Innovate — And Provide Jobs – Is the U.S. Killing Its Innovation Machine? – Harvard Business Review (na inglês)

Deixe uma resposta